SINDICATOS DERROTAM MACRON NA FRANÇA DEPOIS DE 38 DIAS DE GREVE

Governo francês retirou o aumento da idade mínima da reforma da Previdência. A reportagem é publicada por Revista Fórum, 11-01-2019. Após 38 dias de greve, sindicatos tiveram vitória na França e conseguiram fazer com que o governo de Emmanuel Macron retirasse “provisoriamente” o aumento da idade mínima de 62 para 64 anos da reforma da Previdência. […]

Leia mais SINDICATOS DERROTAM MACRON NA FRANÇA DEPOIS DE 38 DIAS DE GREVE

MICROSOFT TESTA FIM DE SEMANA DE TRÊS DIAS PARA FUNCIONÁRIOS NO JAPÃO E CONSEGUE AUMENTAR PRODUTIVIDADE

Em recente evento realizado na UNOESTE, o Min. Luis Roberto Barroso traçou um painel de diagnósticos e, em um dos momentos, salientou a necessidade de um olhar ou atuação internacional. Cada vez mais os problemas e demandas são internacionais. Sempre digo em sala de aula com relação do Direito do Trabalho. Não basta a análise […]

Leia mais MICROSOFT TESTA FIM DE SEMANA DE TRÊS DIAS PARA FUNCIONÁRIOS NO JAPÃO E CONSEGUE AUMENTAR PRODUTIVIDADE

COMISSÃO MUNDIAL PARA O FUTURO DO TRABALHO

A Comissão Mundial para o Futuro do Trabalho realizou, no quadro da Organização Internacional do Trabalho, um estudo sobre como “trabalhar para um futuro mais promissor”. Sem apresentar soluções milagrosas, a pesquisa permite identificar os grandes desafios, e sugere eixos de ação. Acesse o relatório pelo link: https://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/—dgreports/—cabinet/documents/publication/wcms_662442.pdf

Leia mais COMISSÃO MUNDIAL PARA O FUTURO DO TRABALHO

COMO UMA ENTIDADE SINDICAL PODE, NOS DIAS ATUAIS, FINANCIAR UMA GREVE?

Os portugueses acharam uma maneira criativa e altamente inserida no contexto desta nova realidade: o ‘crowdfunding‘. Há ainda muitas dúvidas e controvérsias “morais” a respeito deste tipo de financiamento, todavia, são nas brechas do capitalismo que a peleja há de ser travada.   Forma “criativa” de financiar greve dos enfermeiros cumpre regras do ‘crowdfunding’ – […]

Leia mais COMO UMA ENTIDADE SINDICAL PODE, NOS DIAS ATUAIS, FINANCIAR UMA GREVE?